Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Sobre a caridade

Texto Original

De caritate

Caput CXXXI - De caritate ipsius et qualiter se ipsum pro animarum salute perfectionis ponebat exemplum.

 

172 
1 Quem aliis creaturis germanum effecerat vis amoris, mirum non est Creatoris insignitis imagine si germaniorem Christi caritas (cfr. 2Cor 5,14) faciebat. 
2 Saluti namque animarum (cfr. 1Pet 1,9) praestare nihil dicebat, eo saepius probans quod Unigenitus Dei (cfr. Ioa 3,18) pro animabus dignatus fuerit in cruce pendere. 
3 Hinc sibi in oratione luctamen, in praedicatione discursus, in exemplis dandis excessus. 
4 Non se Christi reputabat amicum (cfr. Ioa 15,14.15), nisi animas diligerit quas ipse dilexit (cfr. 1Ioa 4,21). 
5 Et haec penes eum causa potissima venerandi doctores, quod Christi adiutores (cfr. Rom 16,9) unum cum Christo exsequerentur officium. 
6 Ipsos vero fratres, velut domesticos fidei (cfr. Gal 6,10) singularis et quos uniret participium haereditatis aeternae (cfr. Heb 9,15), supra modum (cfr. 2Cor 4,17) viscerosissime totis amplexabatur affectibus (cfr. Ez 25,6).

 

173 
1 Quoties asperitas vitae reprehenderetur in ipso, respondebat se datum Ordini ad exemplum, ut aquila provocaret ad volandum pullos suos (cfr. Deut 32,11). 
2 Unde cum innocens eius caro, quae iam sponte spiritui se subdebat, nullo propter offensas egeret flagello, tamen exempli causa renovabat in ea poenas, solum propter alios custodiens vias duras (cfr. Ps 16,4). 
3 Recte quidem, quoniam plus ad manum quam ad linguam respicitur (cfr. Sir 28,19.20; Iudt 13,7) praelatorum. 
4 Manu, pater, perorabas suavius, persuadebas facilius, probabas et certius. 
5 Si linguis hominum loquantur et angelorum, caritatis autem exempla non monstrent, mihi parum, sibi nihil prosunt (cfr. 1Cor 13,1-3). 
6 Verum ubi reprehensor minime formidabatur, et est pro ratione voluntas, satis ad salutem sigilla sufficiunt?
7 Faciendum tamen quod intonant, ut, ieiunis canalibus, ad areolas (cfr. Cant 6,1) fluenta pertranseant. 
8 Colligatur interdum rosa de spinis (cfr. Mat 7,16), ut maior minori serviat (cfr. Gen 25,23; Rom 9,12).

Texto Traduzido

De caritate

Capítulo 131 - Sobre a sua caridade e como se punha como exemplo de perfeição pela salvação das almas.

 

172 
1 Já que a força do amor tinha feito dele um irmão das outras criaturas, não nos admiraremos de que a caridade de Cristo tenha feito dele um irmão ainda maior daqueles que foram distinguidos pela semelhança com o Criador. 
2 Dizia que não havia coisa mais importante que a salvação das almas e o provava com freqüência ainda maior lembrando que o Unigênito de Deus dignou-se ser crucificado pelas almas. 
3 Daí seu esforço na oração, sua pregação constante e seu excesso nos exemplos que dava. 
4 Achava que não seria amigo de Cristo se não amasse as almas que ele amou. 
5 Essa era a principal causa de sua veneração pelos doutores, que eram auxiliares de Cristo e exerciam com ele o mesmo ofício. 
6 Mas os frades, como familiares de uma fé especial, que estavam unidos pela participação na herança eterna, acima de tudo, ele os abraçava entranhadamente, com todos os afetos.

 

173 
1 Todas as vezes que o repreendiam pela aspereza da vida que levava, respondia que tinha sido dado à Ordem como exemplo, para provocar seus filhotes a voar como uma águia. 
2 Por isso, embora sua carne inocente já se submetesse espontaneamente ao espírito, sem precisar de nenhum castigo por causa de ofensas, ele a cumulava de sacrifícios para dar exemplo, mantendo-se no caminho duro só por causa dos outros. 
3 E com razão, porque costumamos olhar mais para as mãos do que para a língua dos prelados. 
4 Com a mão, pai, discursavas mais suavemente, persuadias com mais facilidade e provavas com certeza maior. 
5 Se falarem as línguas dos homens e dos anjos mas não derem exemplo de caridade, para mim valem pouco, e para si mesmos não valem nada. 
6 Mas, onde o que repreende não é nem um pouco temido e o capricho substituiu a razão, será que os selos da autoridade vão ser suficientes para salvar? 
7 De qualquer jeito, devemos fazer o que mandam, para que a água chegue aos canteiros ainda que seja por canais ressecados. 
8 Colha-se, enquanto isso a rosa dos espinhos, para que o maior sirva ao menor.