Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

72. A ciência incha, a caridade edifica

Texto Original

.

1 Cumque ille frater novitius, de quo supra dictum est in quodam heremitorio moraretur, accidit ut quadam die veniret illuc beatus Franciscus. 
2 Cui frater ille sic locutus est, ei dicens: “Pater, michi magna consolatio esset habere psalterium; sed licet generalis minister illud concedere michi velit, volo tamen illud habere de conscientia tua”. 
3 Cui beatus Franciscus tale responsum dedit dicens: “Carolus imperator, Rolandus et Oliverius et omnes paladini et robusti viri, qui potentes fuerunt in prelio, persequentes infideles cum multo sudore et labore usque ad mortem habuerunt de illis gloriosam et memorialem victoriam et ad ultimum ipsi sancti martyres mortui sunt pro fide Christi in certamine; 
4 et multi sunt qui sola narratione eorum, que illi fecerunt, volunt recipere honorem et humanam laudem”. 
5 Et propter hoc scripsit significationem horum verborum in suis Admonitionibus dicens: “Sancti fecerunt opera, et nos, recitando et predicando ea, volumus inde recipere honorem et gloriam”. 
6 Ac si diceret: scientia inflat, caritas autem hedificat (cfr. 1Cor 8,1).

Texto Traduzido

.

1 Como aquele frade noviço, de que falamos acima, morava num eremitério, aconteceu que certo dia esteve lá o bem-aventurado Francisco. 
2 Então aquele frade falou com ele, dizendo: “Pai, para mim seria uma grande consolação ter um saltério, mas, embora o ministro geral queira conceder-me isso, quero tê-lo de acordo com a tua consciência”. 
3 Esta foi a resposta que o bem-aventurado Francisco lhe deu: “Carlos imperador, Rolando e Olivério, e todos os paladinos e robustos varões, que foram poderosos no combate, perseguindo os infiéis com muito suor e trabalho até a morte, conseguiram uma gloriosa e memorável vitória sobre eles, e no fim os próprios santos mártires morreram no combate pela fé em Cristo; 
4 e sãos muitos os que só pela narração deles, do que eles fizeram, querem receber honra e louvor humano”.
5 E por isso escreveu qual o significado dessas palavras em suas Admoestações, dizendo: “Os santos fizeram as obras e nós, recitando-as e pregando-as, queremos receber por isso honra e glória”. 
6 Como se dissesse: a ciência incha, mas a caridade edifica (cfr. 1Cor 8,1).