Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Capítulo 49

Texto Original

Caput 49

Quod periculosum est nimis cito praecipere per obedientiam et praecepto obedientiae non obedire.

 

1 Beatus itaque pater raro per obedientiam praecipiendum esse censebat, nec primo fulminandum esse jaculum, quod debet esse extremum: “Ad ensem, inquit, non cito manus mittenda est”. 2 Eum autem qui praecepto obedientiae non festinanter obedit, dicebat nec Deum timere nec hominem revereri (cfr. Luc 18,2-4), dum, scilicet, non habet causam necessariam retardandi. 3 Nil verius istis; nam auctoritas imperandi in temerario praeceptore, quid est aliud quam gladius in manu furiosi? Quid vero desperatius est quam religiosus neglector obedientiae et contemptor?

Texto Traduzido

Caput 49

É perigoso ordenar muito rapidamente em nome da obediência e não obedecer à ordem da obediência.

 

1 Por isso, o bem-aventurado pai entendia que raramente se deveria man­dar em nome da obediência, nem se deveria lançar no começo o dardo que deve ser o último: “Não se deve pôr logo a mão na espada”, dizia. Quem, porém, não obedece rapidamente à ordem da obediência, dizia que não temia a Deus nem respeita­va o homem (cf. Lc 18,2-4), a menos que não tenha um motivo forte para retardar.
3 Nada mais verdadeiro, pois que é a autoridade de mando num su­perior temerário, senão uma espada na mão de um louco? E o que há de mais desesperador do que um religioso que negli­gencia e despreza a obediência?