Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

97. A alegria espiritual

Texto Original

.

1 Immo dicebat quod, si servus Dei studuerit semper habere et conservare letitiam interius et exterius, quod provenit e munditia cordis, demones nichil sibi nocere possunt, dicentes: 
2 “Quoniam ex quo in tribulatione et prosperitate letitiam habet servus Dei, aditum intrandi ad ipsum non valemus invenire, nec sibi nocere”. 
3 Nam quadam vice reprehendit unum de sociis suis, quia videbatur sibi quod haberet tristitiam et tristem faciem. 
4 Et dixit ad eum: “Cur habes tristitiam et dolorem de tuis offensis? 
5 Inter te et Deum habeas, et ora ipsum ut per misericordiam suam tibi reddat letitiam salutaris (cfr. Ps 50,14) sui; 
6 et coram me et aliis studeas semper habere letitiam, quia non convenit ut servus Dei coram fratre suo vel alio ostendat se accidiosum et tribulatam habere faciem. 
7 “Et quoniam scio quod demones invident michi de beneficiis, que michi Dominus largitus est per misericordiam suam, cum michi per me nocere non possunt, insidiantur et student michi nocere per socios meos. 
8 Si vero per me et socios meos nocere non possunt, cum confusione magna recedunt. 
9 Immo quandoque si essem temptatus et accidiosus, cum considero letitiam socii mei, occasione illius letitie de temptatione et accidia revertor ad letitiam interiorem”.

Texto Traduzido

.

1 Até dizia que, se o servo de deus se esforçar sempre por ter e conservar a alegria interior e exteriormente, o que provém da limpeza do coração, os demônios não podem fazer-lhe nenhum mal, dizendo: 
2 “Porque o servo de Deus mantém a alegria na tribulação e na prosperidade, não conseguimos achar nenhuma porta para entrar nele, nem para prejudicá-lo”. 
3 Pois certa vez repreendeu um de seus companheiros porque lhe parecia que estava com tristeza e com a cara triste. 
4 E lhe disse: “Por que tens tristeza e dor por tuas ofensas? 
5 Guarda isso entre ti e deus e para a Ele para que por sua misericórdia te devolva a alegria de sua salvação; 
6 e diante de mim e dos outros procura ter sempre alegria, porque não convém que um servo de Deus mostre diante de seu irmão ou de outro um rosto amargo e atribulado. 
7 “Eu sei que os demônios me odeiam por causa dos benefícios que Deus me deu por sua misericórdia. Como não pode me fazer mal por mim, tentam e se esforçam por me prejudicar através de meus companheiros. 
8 Mas se não conseguem a mim e a meus companheiros, retiram-se com uma grande confusão. 
9 Se alguma vez eu me encontrasse tentado e abatido, se vir a alegria de meu companheiro, acho que por causa dessa alegria vou voltar da tentação e do aborrecimento para a alegria interior”.