Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Capítulo 104

Texto Original

Caput CIV

Quomodo praelationem in capitulo resignavit, et de oratione quadam.

 

143 
1
 Ad servandam humilitatis sanctae virtutem, paucis annis elapsis post suam conversionem, in quodam capitulo, coram omnibus fratribus de religione praelationis officium resignavit, dicens: 
2 “Amodo sum mortuus vobis. Sed ecce”, inquit, “frater Petrus Cathanii, cui ego et vos omnes obediamus”. 
3 Et inclinans se protinus coram ipso, ‘obedientiam et reverentiam’ promisit eidem. 
4 Flebant igitur fratres, et altos extorquebat gemitus dolor, cum videbant se tanto patre quodammodo orphanos fieri. 
5 Surgens beatus Franciscus, iunctis manibus et oculis in caelum (cfr. Ioa 17,1) erectis, dixit: “Domine, tibi recommendo familiam, quam mihi hactenus commisisti. 
6 Et nunc, propter infirmitates quas tu nosti, dulcissime Domine, curam eius habere (cfr. Luc 10,35) non valens, ipsam recommendo ministris. 
7 Teneantur in die iudicii coram te, Domine, reddere rationem (cfr. Mat 12,30), si aliquis frater eorum vel negligentia, vel exemplo, seu etiam aspera correctione perierit”. 
8 Permansit exinde subditus usque ad mortem, humilius agens quam aliquis aliorum.

Texto Traduzido

Caput CIV

Como renunciou à prelatura em um capítulo, e sobre uma oração.

 

143 
1 Para conservar a virtude da santa humildade, poucos anos depois de sua conversão, durante um capítulo, renunciou ao cargo de superior da Ordem diante de todos os frades, dizendo: 
2 “Desde agora, estou morto para vós. Mas aqui está Frei Pedro Cattani, a quem obedeceremos eu e vós todos”. 
3 E inclinando-se logo diante dele, prometeu-lhe obediência e reverência. 
4 Os frades choraram e deram altos gemidos de dor, vendo que tinham ficado órfãos de semelhante pai. 
5 Mas o bem-aventurado Francisco se levantou, juntou as mãos, ergueu os olhos para o céu e disse: “Senhor, eu te recomendo a família que até agora tinhas entregue a meus cuidados. 
6 Agora, por causa das enfermidades que conheces, dulcíssimo Senhor, não podendo mais cuidar dela, passo-a aos ministros. 
7 Que eles sejam obrigados a te prestar contas, Senhor, no dia do juízo, se algum de seus frades tiver perecido por negligência, mau exemplo, ou mesmo por excessiva severidade”. 
8 Passou a ser súdito até a morte, comportando-se com mais humildade que qualquer outro.