Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

99. Bênção para a cidade de Assis

Texto Original

.

1 Videns beatus Franciscus dum in eodem palatio maneret, quod cotidie magis gravaretur infirmitate, fecit se portari lecto apud ecclesiam Sancte Marie de Portiuncula, quoniam equitare non poterat propter gravamen sue gravissime infirmitatis. 
2 Cumque qui portabant eum transirent per viam iuxta hospitale, dixit illis ut ponerent lectum in terra. 
3 Et quia propter maximam et longam infirmitatem oculorum quasi videre non poterat, fecit verti lectum, ut teneret faciem versus civitatem Assisii. 
4 Et erigens se parum in lecto benedixit civitatem Assisii, dicens: “Domine, sicut credo quod civitas antiquo tempore fuerit locus et habitatio malorum et iniquorum hominum et inique fame omnibus hiis provinciis, 
5 sic video, propter abundantem misericordiam tuam, tempore quo placuit tibi, ostendisti multitudinem miserationum tuarum (cfr. Sir 36,1) in ea, ut esses locus et habitatio illorum, qui te cognoscerent et darent gloriam nomini tuo (cfr. Ps 113,1(9) et odorem bone vite et doctrine et bone fame omni populo christiano. 
6 Rogo ergo te, Domine Iesu Christe, Pater misericordiarum (cfr. 2Cor 1,3), ut non consideres ingratitudinem nostram, sed recordare semper habundantis misericordie tue, quem ostendisti in ea, ut semper sit locus et habitatio illorum qui te cognoscant et glorificent nomen tuum benedictum et gloriosum in secula seculorum (cfr. Dan 3,26), Amen”. 
7 Et hiis dictis, deportatus fuit ad Sanctam Mariam de Portinncula.

Texto Traduzido

.

1 Vendo o bem-aventurado Francisco que, enquanto estava naquele palácio, sua enfermidade se agravava cada dia mais, fez com que o levassem de maca para a igreja de Santa Maria da Porciúncula, pois não podia andar a cavalo pela gravidade de sua doença. 
2 Quando os que o levavam passaram pela rua perto do hospital, disse-lhes que pusessem a maca no chão.
3 E como quase não podia enxergar por causa da longa e grande enfermidade dos olhos, mandou virar a maca, para ficar com o rosto voltado para a cidade de Assis. 
4 Levantando-se um pouco em seu leito, abençoou a cidade de Assis dizendo: “Senhor, como creio que a cidade, no tempo antigo, foi lugar e morada de homens maus e iníquos, de má fama em todas as províncias, 
5 também vejo, por tua abundante misericórdia que, no tempo que te foi agradável, manifestaste nela a multidão das tuas bondades, para que fosse lugar e morada de pessoas que te conhecessem e dessem glória ao teu nome, com o odor da boa vida, da doutrina e da boa fama para todo o povo cristão. 
6 Por isso eu te rogo, Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias, que não consideres a nossa ingratidão mas te lembres sempre da tua abundante misericórdia, que demonstraste para com ela, para que seja sempre o lugar e morada de pessoas que te conheçam e glorifiquem teu nome bendito e glorioso pelos séculos dos séculos. Amém”. 
7 E, tendo dito isso, foi levado para Santa Maria da Porciúncula.