Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Conversação VI

Texto Original

Collatio VI

De promotione praedicatorum

 

30. Licet autem fratres summae simplicitati et conscientiae puritati summopere studerent in omnibus, in audienda tamel divina et scholasticis exercitiis ita fuerunt ferventes, ut scholas theologiae, quantumcumque distarent, adire quotidie nudis pedibus in frigoris asperitate et luti profunditate non pigritarentur. Unde cooperante gratia Spiritus Sancti, ad officium praedicationis infra breve tempus plures promoti sunt. Inter quos primus exstitit bonae memoriae frater Hugo de Baldac, frater quoque Philippus de Londonia, et frater W. de Esseby, qui non solum sermone, sed in exemplificata devotione verbum Dei tam clero quam populo praedicaverat.

Texto Traduzido

Collatio VI

A promoção dos pregadores

 

30. Embora os irmãos se aplicassem em tudo com o maior empenho à mais alta simplicidade e à pureza de consciência, eram tão fervorosos em ouvir a lei divina e nos exercícios escolásticos que não tinham preguiça de ir às escolas de teologia todos os dias com os pés descalços no rigor do frio e com lama funda. Por isso, com a cooperação da graça do Espírito Santo, dentro de pouco tempo muitos foram promovidos ao ofício da pregação. Entre eles, o primeiro foi Frei Hugo de Baldock, de feliz memória; depois, Frei Felipe de Londres e Frei Guilherme de Ashby, que pregara a palavra de Deus tanto ao clero quanto ao povo não só pela palavra, mas também por exemplar devoção.