Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Notas

1 Frei Simão de Ashby não foi provincial. Mas devia ter algum posto importante, pois Tomás de Eccleston diz que é “seu pai” e escreve para o uso de “seus filhos”.

2 A Regra foi confirmada no dia 29 de novembro de 1223. Os frades chegaram no dia 10 de setembro de 1224, oitavo do reinado de João sem Terra.

3 O texto diz citra montes:  seria “para cá dos montes”: (os Alpes). Mais tarde se fixou a terminologia: “para cá dos montes era na Itália (= aquém dos montes) está em relação à expressão ultra montes (= além dos montes); o termo montes indica simples­mente os Alpes. Frei Tomás de Eccleston escreve aquém dos montes porque está na Inglaterra

4 Caparão era uma peça do hábito que distinguia os noviços (RNB 2,8; RB 2,9).

5 Pode ter sido o frade de que falam 2Cel 181, CA 90, EP 34.

6 A expressão empregada é collationem bibere: “Colação era e ainda é em muitos mosteiros a parca refeição da tarde. É a mesma palavra que estamos traduzindo por conversação porque era durante essa refeição que conversavam.

7 O texto traz alia (= outras coisas) mas, pelo contexto, devia ser alicam (= pão de cevada).

8 Foi só aos 3 de dezembro de 1224 que Honório III permitiu que os frades celebrassem missa e ofício em suas capelas Cf. bula Quia populares tumultus, in BF, I, 20. Usamos a palavra Lugar, com inicial maiúscula, para designar as habitações provisórias em que os frades viviam antes de conventos.

9 Na Idade Média, “hospital” tinha um sentido amplo. “Hóspedes” podiam ser peregrinos, pessoas sem casa e doentes.

10 Isso mostra como a vida dos frades era tida como apostólica. Salimbene também fala em Ordem dos Apóstolos, mas não é a mesma coisa.

11 É o Beato Jordão da Saxônia, segundo mestre geral dos dominicanos. Morreu em um naufrágio em 1237. Era muito amigo dos franciscanos ingleses.

12 Santo Eloi é o patrono dos ourives, também invocado em casos de úlceras e de doenças crônicas. Era venerado em Noyon.

13 Desde 1232 Gregório IX mandou frades menores para o sultão de Damasco e outros lugares do Islã (cf. BF, I, 1232, várias bulas). Frei Adão pode ter entrado na Ordem pensando em ir para as missões entre os sarracenos.

14 Haymon de Faversham entrou na Ordem em Paris em 1222 e se uniu aos frades quando se estabeleceram na Inglaterra, em 1224. Teve papel importante contra Frei Elias, foi ministro geral e foi recordado também por Jordão de Jano.

15 Quanto a Frei Gregório de Nápoles, ver a Carta encíclica de Frei Elias, n. 1.

16 João Parenti, Elias, Haymon de Faversham e Crescêncio de Iesi.

17 Agnelo de Pisa, Alberto da Pisa, Haymon e Guilherme de Nottingham.

18 Alberto Rizzato, bispo de Bréscia, patriarca de Antioquia e legado apostólico na Lombardia em 1235.

19 Cf. a bula Ordinem vestrum de 14 de novembro de 1245 (BF, Ep., p. 238).

20 Aqui há muita confusão de datas e lugares.

21 Roberto Grosseteste lecionou de 1229 al 1235, quando foi eleito bispo de Lincoln.

22 Mestres, Lentes, Reitores, Cursores eram diversos tipos de professores medievais de teologia. Artes era outro curso prévio. Disputas eram atividades didáticas. Sentenças era nome de um trabalho de Pedro Lombardo.

23 Não se sabe o nome desse frade. Pode ser um Frei Estêvão que Frei Salimbene diz ter sido enviado por João de Parma para lecionar em Gênova e em Roma.

24 Depois disso, a edição de Little dá páginas de nomes de professores em Oxford. Mas foram acrescentados posteriormente.

25 Bula de Gregório IX de 21 de agosto de 1231.

26 São Lanfranco (1010-1089) nasceu em Pavia. Jurista famoso em Bolonha, retirou-se à abadia de Bec, na Normandia; combateu com empenho a heresia de Berengário, que negava a transubstanciação. Foi arcebispo de Canterbury.

27 Concílio de Latrão de 1059, convocado por Nicolau II. Submeteu Berengário de Tours, que negava a transubstanciação.

28 25 de maio de 1230. A informação é duvidosa. Pode ser atribuída aos adversários de Frei Elias.

29 Gregório IX respondeu com a bula Quo elongati (28 de setembro de 1230).

30 Frei Crescêncio de Iesi foi eleito em 1244, no Capítulo Geral de Gênova, em que se mandou que todos enviassem por escrito o que sabiam sobre São Francisco. Foi geral por três anos. Em sua província, tinha sido adversário dos zelantes.

31 Zelantes era o nome dado aos frades que não ad­mitiam nenhuma evolução na Ordem.

32 Eleito no capítulo de Lyon, em 1247.

33 Frei Bonício de Bolonha, com Frei Leão, ajudou São Francisco a redigir a Regra Bulada (Cf. EP 1, CA 17).

34 Cf. A. VAUCHEZ, Les stigmates de saint François et leurs détracteurs dans les derniers siècles du Moyen-âge, “Mélanges d’archéologie et d’Histoire”, 1968, n. 2, pp. 595-625.

35 Cf. EP 79.

36 A respeito de Santo Estêvão de Muret cf. ILARINO DA MILANO, Un prefrancescanesi­mo nell’evangelismo di S. Stefano di Muret, istitutore di Grandmont?, in Miscellanea Melchor de Pobladura, I, Roma 1964.

37 É uma antífona das Vesperas de São Francisco escritas por Frei Juliano de Spira (cf. AF, X, p. 375).

38 Benefícios eram espórtulas e taxas que um clérigo recebia em deter­minada igreja para se manter.

39 Era a casa dos cavaleiros do templo, que funcionava como um banco.

40 Bula Etsi animarum que limitava os privilégios dos “mendicantes” quanto ao exercício da pregação e da confissão (cf. BF, Epit., pp. 259-261).

41 Informação preciosa. Francisco estava ao lado de Inocêncio III quando ele morreu em Perusa no dia 16 julho de 1216.

42 Cf. a bula Nec insolitum de 22 de dezembro de 1254, in BF, Epit., pp. 261-262.

43 A Chronica XXIV generalium atribui esse episódio a Frei Pedro de Brabante.

44 Instituto religioso que floresceu principalmente na primeira metade do século XIII, formado por mulheres que levavam uma vida comum entre a dos leigos e a dos religiosos propriamente ditos, dedicadas tanto à contemplação quanto à vida ativa.

45 Concordia quatuor evangelistarum de Clemente de Langton.

46 A edição de Quaracchi põe “circiter novem annos”. Little diz que é impossível determinar a data desse capítulo de (cf. pp. 126-127, nota b).

47 Esse era o nome dos Saccati, ou “ensacados” (1251), que chegaram à Inglaterra em 1257 e tinham sido fundados ma Provença  por um certo Frei Raimundo Atanolfo, mandado embora de um noviciado franciscano (cf. Salimbene 5).

48 Este caso não está na edição de Quaracchi.