Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Capítulo LXVIII

Texto Original

Caput LXVIII

De quodam mirabili consilio quod dedit fr. Egidius fr. Iacobo de Massa.

 

1 Fr. Iacobus de Massa, sanctus homo et laicus valde devotus, qui fuit cum s. Clara et multis de sociis s. Francisci, cum haberet gratiam raptus, volens consilium a fr. Egidio, interrogavit quod consuleret sibi qualiter in dicta gratia se haberet. Qui respondit: “Nec addas, nec minuas; et fuge multitudinem quantum potes”. Dixit fr. Iacobus: “Quid est hoc dicere? Expone michi, reverende pater”. Qui respondit: “Quando mens est apta introduci ad illa gratiosissima lumina bonitatis divine, nec debet addere per presumptionem nec minuere per negligentiam, et diligere solitudinem quantum potest, si vult quod gratia custodiatur et crescat”.
Ad laudem et gloriam D.n. Ihesu Cristi, qui est benedictus in secula. Amen.

Texto Traduzido

Caput LXVIII

Um admirável conselho que Frei Egídio deu a Frei Tiago de Massa

 

1 Frei Tiago de Massa, homem santo e leigo muito devoto, que esteve com Santa Clara e muitos dos companheiros de São Francisco, como tinha a graça do êxtase, querendo um conselho de Frei Egídio, pediu-lhe que o aconse­lhasse sobre como se manter nessa graça. 2 Ele respondeu: “Não acrescentes nem diminuas; e foge quanto podes da multidão”. Disse Frei Tiago: “O que isto quer dizer? Explica-me, reverendo pai”. Ele respondeu: “Quando a mente está apta a ser introduzi­da naquelas graciosíssimas luzes da bondade divina, ela não deve acrescentar por presunção nem diminuir por negli­gência, e amar a solidão quanto pode, se quer que a graça seja guardada e cresça”.
Para o louvor e glória de Nosso Senhor Jesus Cristo,que é bendito pelos séculos. Amém (cf. Rm 1,25).