Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Conversação IV

Texto Original

Collatio IV

De adeptione locorum

 

21. Post hoc crescente numero fratrum, et eorum sanctitate comperta, crevit et fidelium devotio in eos, unde loca sibi competentia providere curaverunt. Unde Cantuariae contulit eis aream quandam et aedificavit capellam satis honestam pro tempore dominus Alexander, magister hospitalis sacerdotum; et quia fratres nihil sibi omnino appropriare voluerunt, facta est propria communitati civitatis, fratribus vero pro civium libitu commodata. Specialissime vero moverunt eos dominus Simon de Longeton, archidiaconus Cantuariae, et dominus Henricus de Sandwych, nobilisque comitissa, domina inclusa de Hakyngton, quae, sicut mater filios, sic fovit eos in omnibus, principum et praelatorum, quorum gratiam incomparabiliter consecuta fuerat, favorem sibi sagaciter acquirendo.

Texto Traduzido

Collatio IV

Como conseguiram lugares

 

21. Depois disso, crescendo o número dos frades e já conhecida sua santidade, aumentou também a devoção dos fiéis para com eles, e por isso trataram de providenciar Lugares convenientes. Por isso, em Canterbury, o senhor Alexandre, diretor da hospedaria dos sacerdotes, doou-lhes um terreno e edificou uma capela bastante boa para esse tempo; e como os frades não queriam absolutamente apropriar-se de nada, foi posta como propriedade da cidade, mas emprestada aos frades por vontade dos cidadãos. De maneira muito especial, apoiaram-nos o senhor Simão de Langton, arcediago de Canterbury, o senhor Henrique de Sandwich e uma nobre condessa, senhora reclusa de Hackington que, como uma mãe para com seus filhos, favoreceu-os em tudo, conquistando habilmente para eles o favor dos príncipes e dos prelados, cuja simpatia conseguira de maneira incomparável.