Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Capítulo 114

Texto Original

Caput CXIV

De fratre cuius proiecit in igne caputium, quia sine obedientia venerat, licet devotione trahente.

 

154 
1 Ablatum quaddam vice caputium fratri, qui sine obedientia solus venerat, in magno igne proici iubet. 
2 Nullo autem excutiente caputium, verebantur enim patris vultum parumper commotum, iubet illud sanctus detrahi flammis nihil laesionis adeptum. 
3 Hoc etsi merita sancti potuerint, fortassis et illius fratris non defuit meritum. 
4 Evinxerat enim eum devotio videndi patrem sanctissimum, licet discretio non adfuerit, auriga sola virtutum.

Texto Traduzido

Caput CXIV

Sobre o frade cujo capuz jogou no fogo, porque viera sem obediência, embora trazido pela devoção.

 

154 
1 Uma vez, arrancou o capuz de um frade que tinha vindo sozinho sem obediência e mandou jogá-lo numa fogueira. 
2 Com medo do rosto um tanto alterado do santo, ninguém foi pegar o capuz, mas ele mesmo mandou tirá-lo das chamas e não estava nem um pouco estragado. 
3 Isso foi devido aos méritos do santo mas, talvez, também um pouco ao merecimento do frade. Porque tinha sido levado pela devoção de ver o pai santíssimo, embora sem a discrição, que é a guia de todas as virtudes.