Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Selecione

Capítulo 157

Texto Original

Caput CLVII

De praedicatione quam magis exemplo quam verbo eis fecit.

 

207 
1 Frequenti supplicatione vicarii sanctus pater pulsatus, cum apud Sanctum Damianum faceret moram, ut filiabus proponeret verbum Dei (cfr. Ioa 3,34), ipsius tandem instantia devictus concessit. 
2 Congregatis autem dominabus ex more, ut verbum Dei audirent (cfr. Ioa 8,47), sed non minus ut patrem viderent, levatis ipse in caelum oculis, ubi cor (cfr. Is 51,6; Mat 6,21) semper habebat, ad Christum coepit orare. 
3 Cinerem proinde sibi deferri iubet, de quo circa se in pavimento circulum fecit, reliquum super proprium caput imponens (cfr. 1Mac 3,47). 
4 Exspectantibus illis beatum patrem intra cinereum circulum cum silentio persistentem, stupor in earum cordibus non parvus oboritur. 
5 Surgit subito sanctus, et illis attonitis, Miserere mei Deus (Ps 50,3ss) recitat pro sermone. 
6 Quo finito, celeriter foras egreditur (cfr. Ps 40,7). 
7 Huius virtute alludii tanta fuerunt famulae Dei contritione repletae, ut lacrimarum educentes profluvia, vix a sui vindicta manus proprias continerent. 
8 Opere docuit illas se cinerem reputare, nihilque cordi eius aliud approximare de ipsis, nisi hac reputatione condignum. 
9 Haec erat conversatio eius cum feminis sanctis; haec visitatio illarum perutilis, coacta tamen et rara. 
10 Haec voluntas eius pro fratribus omnibus, quos eis ita pro Christo, cui serviunt (cfr. Col 3,24), servire volebat, ut semper, velut animalia pennata, laqueos (cfr. Prov 1,17) coram positos (cfr. Ps 68,23) praecaverent.

Texto Traduzido

Caput CLVII

Sobre a pregação que fez mais pelo exemplo que pelas palavras.

 

207 
1 Numa ocasião em que se encontrava em São Damião, o santo pai foi muito instado por seu vigário a propor a palavra de Deus a suas filhas, e acabou concordando. 
2 As senhoras se reuniram como de costume, para ouvir a palavra de Deus, mas com desejo não menor de ver o pai. Ele levantou os olhos para o céu, onde sempre tinha o coração, e começou a rezar a Cristo. 
3 Depois mandou buscar cinza e fez um círculo ao seu redor no chão, jogando o resto sobre a própria cabeça. 
4 Vendo o bem-aventurado pai manter silêncio dentro do círculo de cinzas, sentiram não pequeno estupor em seu coração. 
5 De repente o santo se levantou e, diante das irmãs atônitas, recitou o salmo Miserere mei Deus em vez de fazer um sermão. 
6 Quando acabou, saiu para fora bem depressa. 
7 As servas de Deus ficaram tão contritas com a força significativa dessa representação que choraram muito e tiveram que se conter para não tirar vingança de si mesmas com as próprias mãos. 
8 Ensinou-as por obra a se julgarem cinza, e que nada chegava a seu coração a respeito delas que não fosse digno dessa reputação. 
9 Era essa a sua maneira de tratar com as santas mulheres. Fazia-lhes visitas muito proveitosas mas por obrigação e raramente. 
10 Dessa maneira queria que as servissem os seus frades, por amor de Cristo de quem são servidores, mas sempre como aves que tomam cuidado com as armadilhas colocadas diante delas.