Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Tamanho do Texto:
A+
A-

Multidão participa da VIII Jornada Vocacional em Santa Maria - RS

21/08/2019 - 18h00
O evento que em 2019 chegou em sua oitava edição reuniu cerca de 1500 pessoas.

No domingo, 18.08, aconteceu a oitava edição da Jornada Vocacional dos Freis Capuchinhos do RS. Quem recebeu e organizou o evento, juntamente com os Freis, foi a Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Santa Maria – RS. Marcaram presença o Ministro Provincial dos Freis Capuchinhos, Frei Nilmar Carlos Gatto, e o arcebispo de Santa Maria, Dom Hélio Adelar Rubert. Estiveram presentes freis, irmãs religiosas, vocacionados e pessoas de pelo menos 15 cidades gaúchas e de uma cidade catarinense. A oitava edição foi marcada por momentos de profunda oração, intensa animação, contagiante alegria e encontros fraternos.

Já bem cedo, por volta das 5hs da manhã, as caravanas foram chegando em Santa Maria, o coração do Rio Grande do Sul. Foram contabilizados, pela equipe de organização, 19 ônibus vindos de diversas paróquias onde os Freis Capuchinhos do RS atuam. A programação começava com um café da manhã e, na sequência, as pessoas eram motivadas para um momento de animação (coreografias) e músicas no interior da Igreja Nossa Senhora de Fátima.

Por volta das 9h30min as pessoas presentes iniciaram uma caminhada que partiu da Igreja Fátima, indo até o Ginásio do Santuário Basílica de Nossa Senhora Medianeira. Ao longo do percurso, os freis foram conduzindo momentos de oração e reflexão sobre a temática das vocações. Já no Ginásio do Santuário, por volta das 10h30min foi dado início à Celebração Eucarística, presidida pelo arcebispo, dom Hélio, e concelebrada pelo ministro provincial, frei Nilmar, e cerca de 40 freis.

Frei Nilmar ficou encarregado da mensagem durante a missa. Ao longo de sua fala ele destacou o lema da 8ª Jornada Vocacional: “Senhor, que queres que eu faça?”, dizendo que, assim como São Francisco de Assis, todas as pessoas são convidadas a se indagar e responder isto. Ainda em sua fala o provincial lembrou a importância da compaixão e da empatia na procura da resposta de tal questionamento, pois a compaixão direciona a pessoa ao serviço gratuito e alegre e não há chamado vocacional que não seja para servir ao próximo desta forma. 

Após a Missa, houve o almoço partilhado, onde cada pessoa generosamente trouxe um prato com doces ou salgados para confraternizar. A partir das 13h45min foi dado início às apresentações artísticas e culturais, onde as paróquias presentes puderam apresentar peças teatrais, com a participação marcante de muitos (as) jovens. As apresentações ajudaram a refletir sobre a temática vocacional e sobre outros valores da vida cristã, sempre num espírito lúdico e descontraído. A novidade neste espaço foi a troca dos já conhecidos personagens apresentadores: "Atrevido" (Frei Láercio Duminelli da Luz) e "Capuchinho" (Frei Adani Carlos Guerra – em memória), que comandavam a festa com suas intervenções entre as apresentações. A partir da VIII Jornada Vocacional quem assumiu a apresentação da parte cultural foram os personagens: “Espoleto” (Frei Igor Colares Raupp) e “Frei Chicão” (Frei Rafael Candinho Botelho).

Encerrando a programação do evento, crianças da Catequese da Paróquia Nossa Senhora de Fátima (caracterizadas como Francisco e Clara de Assis) distribuíram para cada participante um colar com um pingente da simbologia franciscana do TAU. Em seguida o Provincial Frei Nilmar convidou as pessoas a rezar a oração pelas vocações, e na sequência a Paróquia Fátima de Santa Maria entregou os Símbolos da Jornada Vocacional (TAU e Bandeira) para a Paróquia de Marau – RS, que sediará a nona edição do evento em 2020.

Por volta das 15hs, o provincial, Frei Nilmar, invocou a Bênção de envio das Caravanas para a IX Jornada Vocacional, a ser realizada em Marau. Estima-se, conforme a equipe de organização, que o evento em 2019 contou com a presença de aproximadamente 1500 pessoas que se sentem identificadas com o carisma franciscano-capuchinho, sendo a maior parte jovens.  

O frei Laércio Duminelli da Luz, que é coordenador do Conselho de Animação Vocacional dos Capuchinhos do RS, comenta sobre o evento e alguns objetivos da iniciativa: "A Jornada Vocacional surgiu em 2012, tendo dois objetivos básicos: o despertar de uma cultura vocacional e a divulgação do carisma franciscano-capuchinho."

Outras edições da Jornada já foram realizadas nas cidades gaúchas de Flores da Cunha, Garibaldi, Tramandaí, Lagoa Vermelha, Ijuí, Barros Cassal e na cidade catarinense de São João do Sul. No ano de 2020 é a vez da Paróquia Cristo Rei, em Marau - RS, sediar o evento. E para 2021 já está prevista a realização da Jornada na Paróquia Imaculada Conceição, em Caxias do Sul - RS. 

 

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei Cristian Martins Almeida (Equipe de Assessoria de Mídias - Capuchinhos RS)

Deixar um comentário