Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Tamanho do Texto:
A+
A-

Frei Daison apresenta a dissertação de mestrado

28/05/2021 - 14h05

Ao iniciar o mestrado em 2019 frei Daison Fermino de Sá sabia que teria um longo percurso cheio de alegrias e dificuldades, porém superou a todas e na tarde de 27 de maio de 2021 defendeu a dissertação, cujo título é “A cultura do encontro na perspectiva dos encontros de Francisco de Assis”.

Esta tese tem como objetivo perceber nos encontros de Francisco de Assis uma proposta de vida para uma cultura do encontro. O tema é discorrido a partir da problemática de como compreender o processo do santo de Assis para encontrar-se consigo mesmo e como desde as suas experiências de encontros, com tantas outras pessoas e com próprio Cristo, conseguiu provocar em outras pessoas e continua a provocar nos dias de hoje, uma procura autêntica pelo encontro com tantos outros, em particular os excluídos e abandonados da sociedade.

Frei Daison ainda afirma que “a pesquisa é desenvolvida a partir das dimensões do escutar, discernir e propor”. E segue “É possível notar que Francisco de Assis, foi um homem que no seu tempo apresentou uma nova proposta de vida, responsável por transformar um contexto social, com um olhar voltado para o Evangelho que repercute na vida das pessoas, sobretudo, naqueles que por vezes são colocadas as margens da sociedade, ‘os leprosos’. E hoje, não muito diferentes há muitos que são descartados e que merecem atenção e cuidado, para que haja vida e vida em abundância, e o encontro é imprescindível para sentir a dor e a alegria do outro”.

Frei Daison Fermino de Sá natural de São José do Norte no Rio Grande do Sul, nasceu em 16 de outubro de 1991. Em 04 de outubro de 2011 realizou a profissão do votos após concluir a etapa formativa do Noviciado em Marau – RS. Em 17 de dezembro de 2017 professou solenemente os votos de obediência, sem propriedade e castidade na sua cidade natal.   

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei Vandrigo Zacchi (Equipe de Assessoria de Mídias - Capuchinhos RS)

Deixar um comentário