Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Tamanho do Texto:
A+
A-

Museu dos Capuchinhos realiza exposição Livros: Tradição e Subversão

13/11/2015 - 08h43
Exposição traz produção contemporânea nacional de Livros de Artistas e apresenta à comunidade as obras restauradas pela 2ª edição do Projeto Salve um Livro

A abertura da exposição “Livros: tradição e subversão” está agendada para dia 18 de novembro, no Museu dos Capuchinhos (Rua General Mallet, 189 – Bairro Rio Branco). A iniciativa inédita em Caxias do Sul, consiste em uma mostra dedicada à produção artística contemporânea de “Livros de Artista” e “Livros Objetos”. O Museu dos Capuchinhos aproveitará a oportunidade para apresentar as obras raras restauradas e digitalizadas pelo Projeto Salve um Livro - 2ª edição, financiado pela Lei de Incentivo à Cultura Municipal.

A exposição “Livros: tradição e subversão”, conta com a curadoria da doutoranda em artes pela UNICAMP, Márcia Rosa.  Em um de seus núcleos a exposição terá a produção do grupo “Projetos Gráficos: entre livros de artista, gravuras e memórias”, formado por artistas profissionais, estudantes dos cursos de Graduação e Pós-graduação da UNICAMP, com a participação de várias pessoas que trabalham com a produção gráfica, gravura, fotografia, desenho, colagem e o livro. O livro, em especial, é presença constante na obra de muitos elementos do grupo.

O Núcleo “Silêncios Poéticos: uma possibilidades e diálogos” apresentará os trabalhos inéditos de artistas da Universidade de Caxias do Sul e do Núcleo de Artes Visuais (NAVI), produzidos em conjunto com o grupo paulista da UNICAMP. A mostra também apresentará um núcleo formado por artistas convidados, com produções importantes no cenário nacional.

Estarão à disposição para pesquisa produções sobre livros de artista, teses e dissertações, do acervo pessoal da professora Luise Weiss e publicações sobre a vida e a obra dos artistas que estarão em evidencia, no intuito de que a exposição sirva como referencial teórico para artistas em produção. Na ocasião, será apresentado o e-book da mostra, trazendo a biografia dos artistas, as obras em exposição e falas dos artistas sobre o processo poético.

 

Perfil: O Museu dos Capuchinhos, que possui cadastro regularizado nos Sistemas Nacional e Estadual de Museus, completará 15 anos no dia 09 de dezembro de 2015. Tem como missão: “Preservar os acervos e as memórias que contam a história da presença Capuchinha no estado do Rio Grande do Sul e também as particularidades que tornam especial cada Frade Capuchinho”. Funciona numa edificação da década de 1950, com área total de 852 m². Abriga atualmente Sala de Exposições Temporárias; Biblioteca com Livros Especializados e Obras Raras; Laboratório de Restauro de Papel e Ateliê de Pintura; Arquivo Documental e Reservas Técnicas.

O acervo possui coleções divididas em:

- Coleção Muscap: formada por arte sacra, alfaias e objetos cotidianos provenientes das igrejas, conventos e casas capuchinhas;

- Coleção Documental: arquivo documental formado por documentos textuais e fotografias das Fraternidades e Instituições ligadas aos Capuchinhos no Rio Grande do Sul e também por documentos pessoais de freis falecidos;

- Discoteca: mais de 20.000 provenientes das Rádios Capuchinhas;

- Biblioteca: títulos especializados em Teologia, Filosofia, História da Igreja e da Ordem; Publicações de Frades Capuchinhos, história regional; Obras Raras do século XVI, XVII, XVIII e XIX. O Museu está desenvolvendo o “Projeto Salve um Livro”, que tem como objetivo recuperar e disponibilizar para download 50 livros da Biblioteca de Obras Raras que circularam pelas bibliotecas da Europa e foram trazidas ao Rio Grande do Sul pelos frades no início do século XX.

            O Muscap realiza exposições temporárias com recortes do acervo por temática. O processo de Documentação Museológica utiliza plataforma de última geração capaz de disponibilizar o acesso à pesquisadores de qualquer lugar do mundo através da internet. O Laboratório de Conservação e Restauro está equipado para atender um museu de médio porte, sendo considerado o mais estruturado da região. O Museu atua também com educação patrimonial oferecendo atividades que envolve  escolas e projetos sociais.

 

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei João Carlos Romanini (Muscap)

Deixar um comentário