Cookies e Política de Privacidade
O Capuchinhos RS utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Tamanho do Texto:
A+
A-

Frei Maxes Estinvil será ordenado diácono

20/10/2020 - 15h07
O religioso receberá a Ordem do Diaconato no dia 25 de outubro, na Igreja São Judas Tadeu em Porto Alegre, pelas mãos do bispo Dom Leomar Antônio Brustolin.

Com grande alegria a província dos Freis Capuchinhos do Rio Grande do Sul, a Paróquia e Fraternidade São Judas Tadeu e a família Estinvil anunciam que frei Maxes Estinvil receberá a Ordem do Diaconato pela imposição das mãos de Dom Leomar Antônio Brustolin, bispo-auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre. 

A ordenação será realizada no dia 25 de outubro de 2020, às 10h, na Igreja São Judas Tadeu que fica na rua Juarez Távora, n°171, bairro Partenon em Porto Alegre - RS. A celebração será transmitida ao vivo pela página da Paróquia São Judas Tadeu, no Facebook (acesse). 

Haverá ainda o almoço para levar para casa, que tem por cardápio: churrasco, arroz, maionese, pão e sagu. O mesmo custa R$ 25,00 e deve ser reservado com antecedência na secretaria da paróquia São Judas, via telefone: 51 33362509. 

O lema que frei Maxes escolheu para sua ordenação é: "Antes que te formasse no seio de tua Mãe eu te consagrei como profeta", encontrado no Livro do Profeta Jeremias, capítulo 1, versículo 5. 


Conheça um pouco da trajetória vocacional de frei Maxes

 

Frei Maxes nasceu em 23 de agosto de 1979, em Baradères, República do Haiti, e é filho de Délinois Estinvil e Elisianne Dollian.

No dia 20 de janeiro de 2008 ingressou no Seminário São Francisco de Assis dos Freis Capuchinhos, na República Dominicana, a fim de ali realizar a etapa do Aspirantado. 

Em setembro do mesmo ano ingressou na etapa do postulando, vivendo 2 anos em Santiago de Los Caballeros - República Dominicana, na Casa de Formação Monte Alverne. 

Entre 2010 e 2011 fez o noviciado no Rio Grande do Sul, integrando a Fraternidade São Boaventura, na cidade de Marau. Entre os anos de 2012 e 2014 cursou licenciatura em Filosofia pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel), fazendo parte da Fraternidade São José, no bairro Fragata. 

Em 2015 e 2017 voltou para a República do Haiti, onde assumiu o cargo de guardião e vice-formador na Fraternidade São Francisco de Assis, na cidade de Béraud.  

Em julho de 2017 voltou para o Brasil, integrando, durante seis meses, a Fraternidade São José Operário, no bairro Mathias Velho em Canoas. Iniciou então o curso de especialização e ao mesmo tempo o curso da graduação na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana, em Porto Alegre-RS. 

Desde 2018, frei Maxes faz parte da Fraternidade São Judas Tadeu e atua nas pastorais da Paróquia São Judas Tadeu, em Porto Alegre, onde será ordenado diácono.

Oração pelas Vocações 

O Papa Francisco certa vez disse: “As vocações nascem da oração e na oração. E só na oração podem perseverar e dar frutos”. Por isso rezemos:

Jesus Mestre Divino, que chamastes os Apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas e continuai a repetir o convite a muitos de nossos jovens. Dai coragem às pessoas convidadas. Dai força para que vos sejam fiéis, como apóstolos leigos, como diáconos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas, para o bem do Povo de Deus e de toda a Humanidade. Amém. 

No dia 25 de outubro, caso não seja possível participar da celebração, lembre-se ao menos de fazer uma especial prece por nosso confrade, frei Maxes, na intenção de sua vocação e nova missão como diácono da Igreja. Gratidão! 

Paz e bem!

Fonte: Capuchinhos do Brasil /CCB

Por Frei Cristian Martins Almeida (Equipe de Assessoria de Mídias - Capuchinhos RS)

Deixar um comentário