Capuchinhos, 20 de setembro 2014, sábado. Boa tarde!
      

Siga os Capuchinhos 


  • HOME
  • QUEM SOMOS?
  • ONDE ESTAMOS?
  • O QUE FAZEMOS?
  • CONTATO
  • MAPA DO SITE



  •      
     
    17/03/2012,0935


    Liturgia: A lembrança do Senhor é nossa esperança e alegria!

    Liturgia par ao 4º domingo da Quaresma - liturgia para as comunidades




    1.Introdução.


    O Povo de Israel, ao longo de sua História, conheceu que a paciência de Deus não é infinita! No pecado repetido, ela pode transformar-se em ira e castigo! A teimosia de Israel provocou a ira de Deus, expressa na destruição do templo e no exílio do povo para as terras da Babilônia. Contudo, mesmo no castigo, Deus revelou sua pedagogia amorosa! No exílio, Deus reformou e restaurou seu povo. Do pecado de todos, para o castigo; do castigo, para a renovação da Aliança e para a revelação da misericórdia. Javé é um “Deus misericordioso”!


    Ciro, rei dos persas, instrumento de Javé, restituiu a liberdade ao Povo de Israel, reconstruiu o Templo de Jerusalém e mandou o Povo de volta para a sua Terra, a Palestina. Nos caminhos de Deus sempre prevalece a misericórdia divina, pois, Deus tem um coração de mãe que não esquece o próprio filho!
    Deus perdoa e esquece os pecados do Povo, mas jamais renuncia seus caminhos! O Povo precisa retornar ao amor primeiro e viver como filhos de Deus! A Aliança com Deus não é uma negociação de interesses. É vida divina! É ingresso na esfera divina e no modo divino de viver!

    2.Palavra de Deus.

    2Cr 36,14-16.19-23 – Deus é sábio em sua pedagogia: faz milagres, envia profetas (...),mas se o Povo insiste em seus pecados, Ele permite que o mesmo “quebre a cara”! O provérbio popular diz: “Quem não aprende no amor, aprende na dor!” Israel conheceu melhor seu Deus no exílio, e o “Resto de Israel” voltou como sendo os “Pobres de Javé”. Um Povo convertido!

    Ef 2,4-10 – Longe de Deus, estamos mortos; perto de Deus, estamos vivos e iluminados! Deus não convive com as trevas; quem se aproxima de Deus é iluminado, e isso, gratuitamente. Somos gratuitamente salvos. O homem não tem como elevar-se até Deus; é Ele quem nos eleva por Jesus Cristo fazendo-nos assentar ao lado de seu trono no céu.
    Jo 3,14-21 – Nicodemos, um pretendido sábio fariseu, vai conversar com Jesus na calada da noite. E Jesus o ilumina e lhe revela sua ignorância. Nós somos ignorantes das coisas de Deus, precisamos ser iluminados para ajustar nosso caminho ao caminho de Jesus. A cruz não entra na cabeça de Nicodemos, mas Deus vai salvar o mundo, exatamente, pela “Cruz de Jesus”.

    3.Reflexão.
    • Diz um provérbio, que “os povos se agitam, mas é Deus quem conduz a História!” Deus é o ator principal nos acontecimentos da História; Deus não é o autor do mal, mas sabe extrair o bem do seio da própria maldade humana. Somos salvos pelo sofrimento e pela cruz! Israel pecou a não mais poder, e Deus o purificou no exílio e o trouxe de volta para sua terra. Deus tem sempre o poder de nos trazer de volta para sua amizade e para a condição de filhos iluminados de Deus Pai.

    • E Deus age sempre movido pelo amor. Foi o amor que moveu o Pai a nos dar o próprio Filho para fôssemos salvos por seu sofrimento. É na Cruz de Jesus que nós podemos conhecer o amor infinito de nosso Deus. Não existe amor verdadeiro sem o compromisso de entrega e doação incondicional à pessoa amada. Deus é rico em misericórdia; arrancou-nos do pecado e das trevas e nos trouxe para a luz de seu Filho Jesus! Ele nos ressuscitou com Jesus, movido por sua graça. Ninguém de nós merece a própria ressurreição. Somos ressuscitados pelo poder de Deus.


    • Não amemos as trevas; deixemo-nos iluminar pela luz de Cristo e, então, conheceremos a verdadeira felicidade. Os maus odeiam a luz, mas os filhos de Deus se aproximam da luz. Nesta Quaresma vamos aproximar-nos da luz de Cristo.
    “A Luz de Cristo ilumine nossos caminhos!”
    Frei Carlos Zagonel


    por Frei Carlos Zagonel
     
         


     
    Ciudad Colonial - Santo Domingo, D.N. - Rep. Dominicana
    Tel: 1-809-333-7218 (Fraternidad)
    Entre em Contato